terça-feira, 8 de março de 2016

Ponte dos vapores da Trafaria

Effectua-se hoje, como ha dias dissemos, a inauguração da ponte na Trafaria para serviço dos vapores do sr. Burnay, que actualmente fazem carreiras para aquella aprazível praia; por este motivo será offerecido um "copo d'agua" ao sr. Frederico Burnay, e haverá uma regata na qual tomam parte dezeseis senhoras.

Trafaria, Entrada da ponte de embarque, ed. Manuel Henriques, 4, década de 1900.
Imagem: Delcampe

Além das carreiras ordinarias ha para ali um vapor extraordinario, que parte ao meio dia e volta depois da regata. (1)

A regata na Trafaria

Nâo faltariam attractivos para que a regata nada deixasse a desejar aos mais exigentes: 3 escaleres tripulados por senhoras; oito guigas, e balieiras, de que eram tripulantes diveraos banhistas; aspirantes de marinha, e socios da real associação naval.

Trafaria, Ponte de embarque, ed. Manuel Henriques, 10, década de 1900.
Imagem: Restos de Colecção

Havia tambem muitas embarcações de vélla, de differentes lotações, que partiriam da Trafaria á 1.a baliza, em frente do Bico da Terra Alta, proximo da Gollada, e dahi á 2.a, em frente do Dafundo, voltando ao ponto de partida.

Programa da regata na Trafaria, 12 de outubro de1890.
Imagem: Remo História

Logo de manha, porém, o vento Norte começou a refrescar, e á 1 hora da tarde, havia um temporal desfeito.

Apezar do perigo que ameaçava os que se aventurassem a embarcar n'aquella occasião, nem as senhoras nem os cavalheiros tripulantes das embarcações, desistiriam de tomar parte na regata, se o presidente da commissão os nâo persuadisse da necessidade absoluta de addiar esse certamen.

Aspecto da praia da Trafaria.
Imagem: Remo História

Uma canoa grande, do arraes João Ferreira, que ia servir de baliza, esteve em perigo, e voltou logo para a Trafaria com a verga partida; atravessou-se na praia, enchendo-se d'agua, uma barca das armações de pesca; o bote de Antonio Tourinhas, que vinha de Porto-Brandão com muitos passageiros, correu risco de se despedaçar na praia, e se nâo houve victimas, deve-se, exclusivamente, á dedicação de grande numero de pessoas que, mettendo se á agua, pegaram no bote e o puzeram em secco.

Igual soccorro foi necessário prestar a dois marinheiros que imprudentemente se fizeram de vélla n'uma canoa, suppondo que mettiam uma lança em Africa.

Proximo á Torre do Bugio, que annunciou embarcação em perigo por meio de 3 tiros de peça, esteve prestes a ir a pique uma muleta de pesca.

A concorrência de gente, tanto de Lisboa, como de todas as povoações próximas, foi enorme; e se o tempo nâo abonançasse ás 6 horas da tarde muitos centenares de pessoas tinham de ficar na Trafaria, pela impossibilidade d'atracar á ponte o novo vapor Victoria.

Trafaria, Praia de banhos, ed. Manuel Henriques, 2, década de 1900.
Imagem: Fundação Portimagem

É digno do maior louvor o cabo do mar, sr. Antonio Cosme de Paiva, antigo capitão da marinha mercante, pelas acertadas providencias que tomou para evitar qualquer desastre marítimo.

Trafaria — Praia de banhos, ed. J. Quirino Rocha, 07, década de 1900.
Imagem: Delcampe

A intimação feita aos donos de embarcações de fundo chato para nào as alugarem a pessoas estranhas ás lides marítimas, sem serem acompanhadas por indivíduos d'esta profissão, tornou-a extensiva, aos donos de quaesquer outras embarcações. Que lhe sigam o exemplo todos os cabos do mar, porque com essa medida muito lucrará a humanidade. (2)

——ooOoo——

Teve hontem lugar a inauguração da ponte dos vapores, na Trafaria. A bordo do vapor Victoria ia a sr. Frederico Burnay, que foi recebido pelos banhistas e habitantes d'aquella povoação, com vivas demonstrações de regosijo.

O vapor Victória.
Imagem: Arquivo Municipal de Lisboa

No club, onde lhe foi offerecido um copo d'agua, achava-se toda a colonia balnear, muitos aspirantes de marinha e socios da Real Associação Naval.

REAL ASSOCIAÇÃO NAVAL

O menu foi variadissirno, e fizeram-se muitos brindes, especialmente a Frederico Burnay, e Jayme Arthur da Costa Pinto, que teve uma recepção brilhantissima.

Trafaria — Vista geral da praia, ed. J. Quirino Rocha, 06, década de 1900.
Imagem: Delcampe

Durante a refeição, uma banda de musica tocou á porta do club, e foi lançado ao ar grande numero de foguetes. (3)


(1) Diário Illustrado, 19 de setembro de 1889
(2) Diário Illustrado, 1 de outubro de 1889
(3) Idem

Sem comentários: